Sabemos que o estado nutricional adequado e um organismo com boa hidratação atuam de forma positiva no sistema imunitário, aumentando a defesa do organismo e prevenindo infecções, assim como melhora a recuperação dos indivíduos acometidos por alguma infecção.

Ainda não temos evidência científica que nos leve a associar uma nutrição boa ou ruim com indivíduos infectados pelo vírus SARS-COV-2.  Porém, podemos esperar que o indivíduo bem nutrido ou com ingesta alimentar adequada tenha mais condição de combater a infecção.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde (MS), não se obteve, até o momento, registro de contaminação da COVID-19 através dos alimentos. A transmissão ocorre pelo ar e por contato pessoal próximo (saliva, espirro, aperto de mão) e por objetos contaminados.

Portanto, é prudente atenção com a higiene pessoal, com utensílios utilizados e com alimentos para consumo. A limpeza poderá ser feita com uso de água e sabão, álcool em gel 70% ou uma mistura com hipoclorito de sódio ou água sanitária, conforme o material utilizado.

No combate à Covid-19, não existe, até o momento, alimentos ou suplementos alimentares específicos que previnam ou tratem a infecção. Porém, uma alimentação equilibrada, com macro e micronutrientes adequados para as diversas faixas etárias, além de uma boa hidratação, são relevantes e incentivados nesse momento de pandemia para enfrentar e reagir melhor à infecção.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Precisa de ajuda?